fbpx

Casos Clínicos

Planos guia: Uma alternativa para a transferência do planejamento em prótese parcial removível
Frederico dos Reis Goyat
Natália Guedes Ferreira
Carlos Roberto Teixeira Rodrigues
Maria Cristina Almeida Souza
José Guilherme Rocha Gilson
Professor de Prótese Removível e Clínica Integrada do Curso de Odontologia da Universidade Severino Sombra – Vassouras-RJ
Acadêmica do Curso de Odontologia da USS
Professor de Prótese Removível e Clínica Integrada do Curso de Odontologia da USS
Professora de Endodontia e Clinica Integrada do Curso de Odontologia da USS
Professor Assistente do Curso de Atualização em Prótese e Dentística da EAP -ABO de Volta Redonda – RJ

 A prótese parcial removível é muito utilizada na odontologia, principalmente em países com nível socioeconômico mais baixo, tem custo inferior se comparada às próteses fixas ou implantes ósseos integrados. A prótese parcial removível restabelece a função mastigatória do paciente promovendo uma estética bastante satisfatória. A responsabilidade dos procedimentos laboratoriais de confecção das infraestruturas das próteses removíveis é referida aos técnicos de prótese dentária; porém, o diagnóstico e planejamento deve ser responsabilidade do cirurgião-dentista, não devendo ser negligenciado e/ou delegado aos técnicos. Desde o planejamento, preparo bucal e desenho da estrutura metálica da prótese parcial removível são atributos do dentista.

O sucesso ou fracasso de uma prótese parcial removível depende de vários fatores, dentre eles o entendimento da biomecânicos destas próteses é de fundamental importância para o resultado final do tratamento. Os planos-guia são descritos como duas ou mais superfícies verticalmente paralelas aos dentes pilares, orientadas de modo a direcionar a trajetória de inserção e remoção da prótese parcial removível. Conferem um grande número de benefícios na elaboração de uma prótese parcial removível, dentre eles, maior estabilidade da prótese, função de reciprocidade, maior contato entre a estrutura metálica e os dentes suporte. Os planos-guia são preparados nas faces proximais dos dentes adjacentes ao espaço protético (mesial e/ou distal) nas faces linguais ou palatinas e devem ser paralelos ao longo eixo dos dentes suportes.

Planos guia – uma alternativa para a transferência do planejamento em prótese parcial removível

Quanto maior for o número de dentes preparados e mais distantes forem entre si, melhor a estabilidade da futura prótese. Este trabalho tem como objetivo descrever uma técnica de transferência com planos-guia preconizada pela Disciplina de Prótese Parcial Removível do Curso de Odontologia da Universidade Severino Sombra, Vassouras – RJ.